Home Ásia Curdistão Iraquiano: O que saber antes de viajar

Curdistão Iraquiano: O que saber antes de viajar

por Andressa Silva
Bandeira do Curdistão Iraquiano

Confesso que antes de viajar para o curdistão iraquiano tivemos um certo receio e muitas dúvidas. Isso porque há pouquíssima informação na internet referente a viagens para a região e as que encontramos eram em inglês e um tanto desatualizadas. 

Por isso, depois de viajar para o curdistão iraquiano, nós reunimos muitas informações e detalhes que vão fazer toda a diferença na sua viagem. Além disso, neste artigo há curiosidades sobre essa região do mundo que você não vai acreditar.

Sabia que o Seguro Viagem é super importante na viagem para a Ásia?

O continente asiático é o responsável pelo maior número de viajantes com intoxicação alimentar e insolação. A gastronomia é muito diferente da nossa, feita com temperos fortes, a higiene não é tão levada a sério e o calor é excessivo. O nosso parceiro Seguros Promo é um comparador de seguro viagem que garante os melhores preços. Faça uma cotação e conheça excelentes seguros para a sua viagem!

FAZER COTAÇÃO

Como planejar uma viagem para o Curdistão Iraquiano

Táxi compartilhado no Curdistão Iraquiano
Táxi compartilhado no Curdistão Iraquiano

Viajar para o Curdistão iraquiano pode parecer complicado, mas com as informações a seguir, você poderá programar sua viagem sem preocupações. A seguir, você verá os primeiros passos para organizar sua viagem, desde quando ir até a documentação para entrar no país.

Onde fica o Curdistão no Iraque?

O Curdistão Iraquiano é uma região semi-autônoma que fica localizada na parte norte do Iraque. Ela faz fronteira com a Turquia, Irã, Síria e com a parte sul do Iraque que é quase um país diferente. Falo isso porque essa região é totalmente diferente, tanto que a língua, bandeira e líderes são outros.

Cidades para visitar no Curdistão Iraquiano

A capital e principal cidade para visitar é Erbil, onde você vai encontrar uma cidade com mistura de moderna e tradicional. A partir de lá, o seu roteiro de viagem no Curdistão pode seguir para Akre num dia, bem como ir para Soran que tem muitas atrações.

Outra cidade bem conhecida é Duhok, onde você pode passar alguns dias e fazer um bate-volta para Amedi, Lalish e Alqosh. A cidade de Sulaymaniyah é a maior cidade do Curdistão Iraquiano, também é turística e vale a pena conhecer, pois ela está mais ao sul sendo possível visitar Barzan, por exemplo.

Melhor época para viajar ao Iraque

A melhor época para fazer turismo no Iraque de forma geral é entre abril e maio, quando a primavera dá as caras e a vegetação fica mais bonita. No outono, em torno de setembro e outubro o clima também é bom, mas a natureza estará com as folhas secas. 

Se você quiser viajar em março e novembro, pode pegar um pouco de frio, mas não acredito que seja nada que vá te atrapalhar. Se você decidir ir nos meses de verão, que é no meio do ano, se prepare, pois o calor da região do curdistão é intenso, chegando aos 50oC!! 

Nós viajamos para o Curdistão em janeiro, e estava bem frio por causa do inverno, mas era a única data que tínhamos. Por causa do clima, acabamos não aproveitando tanto a viagem quanto queríamos e ainda teve uma nevasca que fechou as estradas do país e não conseguimos nos locomover por alguns dias.

Dessa forma, nossa dica é para você viajar ao Curdistão do Iraque em meia estação, evitando o pico do inverno e do verão. Assim, os melhores meses são abril, maio, outubro e novembro. No mês de março acontece o Newroz, o ano novo Persa que também é comemorado no Curdistão.

Moeda do Curdistão Iraquiano

Dinheiro do Iraque
Dinheiro do Iraque

A moeda usada na região do Curdistão, assim como em todo o Iraque, é o Dinar Iraquiano com a sigla IQD. Como essa moeda não é facilmente encontrada em casas de câmbio pelo mundo, você deve levar dólares americanos para trocar ao chegar no país. O câmbio não flutua muito já que a moeda é bem estável, por volta do 1 USD = 1450 IQD.

Ao atravessar a fronteira terrestre com a Turquia, o funcionário do ônibus trocou o dinheiro para a gente pagar o visto e acabou sobrando um troco. No entanto, se você não tiver essa ajuda procure uma casa de câmbio no local que estiver ou tente trocar dinheiro com alguém.

Falo sobre a opção de trocar dinheiro com alguma pessoa, porque vimos uns homens com uma sacola de dinheiro e eles ficam oferecendo para trocar. É uma espécie de cambio negro, por isso recomendamos que leve 10 ou 20 USD e troque na hora, principalmente se for chegar a noite.

Também vale comentar que há pouquíssimos caixas eletrônicos, mas casas de câmbio e gente trocando dinheiro no meio da rua, tem aos montes. Calcule bem os gastos da sua viagem e leve dinheiro extra, porque não há bancos no país e o cartão de crédito não é aceito em lugar nenhum.

Quanto custa uma viagem para o Curdistão Iraquiano?

O Curdistão iraquiano não é um país caro para viajar, mas vale ter em mente que tudo lá é baseado em dólar e por isso fizemos um artigo sobre quanto custa viajar pela região. Nós saímos da Turquia que é um país extremamente barato e nos assustamos um pouco com os preços, mas o Curdistão não chega a ser mais caro que o Brasil, por exemplo.

Uma das coisas boas de viajar para lá, é que muitas atrações são gratuitas ou cobra uma taxa barata. Por outro lado, você terá que andar de táxi o tempo todo e por ter poucos hotéis nas cidades, eles são na maioria 4 e 5 estrelas e por isso têm preços um pouco elevados.

Ao fazer compras nos mercados públicos você pode pechinchar para tentar um preço melhor. No entanto, em restaurantes a taxa de serviço já vem no final da conta, sem a possibilidade de ser retirada, como no Brasil, mas se você gostou do lugar e do serviço pode ficar a vontade para deixar uma gorjeta para os funcionários.

Visto para o Curdistão Iraquiano

Visto para o Curdistão no Iraque
Visto do Curdistão no Iraque

Os portadores de passaporte brasileiro têm que fazer visto para entrar no Curdistão e no Iraque, seja por via terrestre ou aérea. A boa notícia é que o tipo de visto é o “On Arrival”, ou seja, feito na chegada, sem precisar aplicar para o visto com antecedência.

O visto tem validade de 30 dias para você viajar pela região do curdistão e custa em torno de 75 dólares americanos. Se for para a região sul do Iraque terá que fazer outro visto e não existe a possibilidade de ir por terra, já que não existe imigração na fronteira do Curdistão com o Iraque.

Nós, por exemplo, chegamos por terra vindos da Turquia, então ao desembarcar simplesmente apresentamos o passaporte num guichê. Em seguida fomos encaminhados a um guichê bem ao lado do que estávamos e o funcionário do ônibus foi trocar nossos dólares pela moeda local para pagar a taxa do visto.

O processo foi bem simples, pois o oficial da imigração fez todo o processo e nós só tivemos que esperar uns 20 minutos cada. Isso porque o oficial carimba o passaporte e preenche um papel. Esse papel que ele dá é parte do visto, então tenha sempre junto com seu passaporte!

Documentos para viajar ao Curdistão

Os documentos necessários para viajar para o Curdistão do Iraque são basicamente o passaporte e o comprovante de vacinação da Covid-19. Portanto, quando você for viajar, verifique esses documentos e tenha sempre em mãos, pois nos pediram diversas vezes durante o caminho.

Transporte e como chegar no Curdistão

Táxi compartilhado rodoviária Erbil
Táxi compartilhado na rodoviária de Erbil

A questão do transporte é bem diferente do que estamos acostumados e isso acontece porque a situação do transporte na região é bem precária. No entanto, chegar lá é tranquilo e você pode contar com ônibus, carro e avião.

Ônibus: Essa é a forma mais barata e fácil de chegar ao Curdistão do Iraque. Você pode chegar a Duhok, Erbil ou Sulaimaniya pegando um ônibus na Turquia ou do Irã, pegando o ônibus de Teerã a Sulaimaniya.

Avião: Para chegar de avião, você terá duas opções de aeroporto que são os aeroportos internacionais de Erbil e Sulaimaniya. Várias companhias aéreas têm voos para chegar em ambas as cidades, mas a viagem pode sair cara.

Para ver todas as opções de transporte, horário e comprar seu bilhete, acesse a 12Go, uma empresa especializada em transporte pelo mundo inteiro.

Táxi: Os táxis serão seu principal transporte, tanto dentro das cidades, quanto entre elas. Falo isso porque para sair de Erbil para Akre, por exemplo, você terá que pegar um táxi compartilhado na rodoviária, pois não existem ônibus de viagens internas.

É possível usar o aplicativo chamado Careem para pedir corridas ou simplesmente chamar um na rua. Os valores normalmente ficam entre 3.000 e 6.000 IQD dentro das cidades e para viajar de uma cidade para outra os valores começam em 10.000 IQD se compartilhar o táxi (4 pessoas por táxi).

Carro: Pela falta de transporte público e de viagem pelo país, um carro é uma boa opção para viajar pela região do Curdistão. Você pode fazer sua reserva e alugar um carro com a RentCars para retirar em Erbil ou em diversas cidades da Turquia.

Hospedagem no Curdistão Iraquiano

Como falamos anteriormente, não há muita opção de hospedagem no Curdistão de forma geral, o que faz os preços serem mais caros. Se você quer economizar mesmo, pode acessar a plataforma Couchsurfing para conhecer pessoas locais e ficar na casa deles. Foi o que fizemos durante todos os nossos dias no Curdistão do Iraque.

A seguir, vamos deixar algumas dicas para você se hospedar nas principais cidades.

Erbil View Hotel: Em Erbil, a maioria dos hotéis são 4 estrelas, como esse, que tem boas notas e avaliações. Você terá uma hospedagem confortável e com ótimo atendimento ao ficar neste hotel.

Erbil Quartz Hotel: Esta é outra opção de hotel bom para ficar em Erbil, só que dessa vez o hotel tem 5 estrelas. A estrutura é muito boa e você poderá contar com piscina interna, restaurante e outras comodidades.

Kristal Hotel Duhok: Em Duhok, há pouquíssimos hotéis cadastrados no Booking.com, mas você pode contar com esta opção. O hotel é confortável e oferece quartos individuais e para famílias.

Grand Millennium Sulaimani: Este é um dos hotéis mais conhecidos de Sulaimaniya por ter uma estrutura que se destaca em meio a cidade. Ele tem 5 estrelas e muitos comentários positivos quanto ao conforto nas comodidades. 

Copthorne Hotel Baranan: Esta é outra opção de hotel na cidade de Sulaimaniya pois tem boa qualidade. Você pode contar com boa localização, restaurante no local, bar e recepção 24 horas.

Veja todas as opções de hospedagem no Curdistão Iraquiano e faça sua reserva!

Seguro viagem para o Curdistão do Iraque

Ter um seguro em mão é essencial para qualquer viagem e para o Curdistão iraquiano não seria diferente. Portanto, recomendamos que faça, afinal, nunca sabemos o que pode acontecer. Casos de problemas intestinais ou acidentes simples, podem acabar com sua viagem caso não tenha um seguro.

Se você ainda não sabe qual seguro contratar de acordo com as datas da sua viagem, veja nosso artigo aqui no blog com todas as dicas e detalhes. Porém saiba que neste momento os seguros aceitos são o Affinity (com quarentena) ou o Assist Card (com quarentena). Clique abaixo e faça uma cotação com a Seguros Promo para conhecer os preços das melhores seguradoras do país.

FAZER COTAÇÃO

Comida na região do Curdistão

Comidas Típicas do Curdistão
Comidas Típicas do Curdistão

A comida do Curdistão tem influências dos países da região e muita coisa é parecida com a da Turquia, por exemplo. Tanto é que quase tudo que vende nos supermercados são do exterior. 

Nós provamos alguns pratos e foram bons, como o café da manhã, por exemplo, que era composto por diversos pratos como azeitona, feijão preto, grão de bico, mel, nata e muito pão. Ele tem o estilo que lembra o café da manhã turco, pois vem muitos pratinhos para a mesa.

No almoço e jantar os pratos tinham arroz, feijão branco, grão de bico e carne de cordeiro, por exemplo. As refeições sempre são acompanhadas de saladas, picles de diversos tipos e pão fresco. Para beber, o iogurte salgado sempre está disponível, bem como o chá após as refeições.

Um dos pratos típicos que provamos lá, se chama Dolma, onde a abobrinha, cebola e folhas de uva são recheados com arroz e cozidos no caldo da carne de cordeiro. Tudo é servido junto para unir aromas, sabores e texturas num prato espetacular.

Para lanchar, experimente o sanduíche curdo que é no estilo churrasco grego do Brasil. Ele é feito com um pão local, frango ou carne, tomate, cebola e às vezes alface e picles. Você vai ver uma lanchonete em cada esquina oferecendo esse tipo de sanduíche pelo país.

Religião do Curdistão Iraquiano

A religião predominante no Curdistão é islâmica, sendo os muçulmanos sunitas a maioria no país. Apesar disso, outras religiões como o cristianismo, zoroastrismo, yarsanismo e o judaísmo estão presentes em diversas regiões.

Qual língua é falada no Curdistão Iraquiano?

No norte do Iraque as línguas oficiais são a Curda e Árabe, porém os curdos têm o Kurmanji e o Sorani, por exemplo, como dialeto da língua. Você vai perceber que essas línguas têm o alfabeto diferente, mas no geral é possível se comunicar.

De qualquer forma, quando você for viajar não precisa se preocupar em saber essas línguas, porque o inglês está presente na região. Algumas pessoas falam inglês por lá, então dá pra se virar e viajar com tranquilidade.

É seguro viajar para o Curdistão do Iraque?

Homens do Curdistão Iraquiano
Homens do Curdistão Iraquiano

Não, o Curdistão Iraquiano não é perigoso!! Antes de ir estávamos um pouco apreensivos quanto a segurança do país, pois a região passou por muitas histórias de guerra. No entanto, o medo não fez parte da nossa viagem, pois vimos que não era nada daquilo que se fala por aí.

É muito importante você entender que estamos falando de uma região semi-autônoma do Iraque que é completamente diferente do sul do Iraque. Portanto, fique tranquilo e viaje para o Curdistão sem medos e preocupações.

Mulheres no Curdistão Iraquiano

Mulheres no mercado do Curdistão no Iraque
Mulheres no mercado do Curdistão no Iraque

Bem, essa questão sobre as mulheres em países islâmicos é uma coisa que faz parte da religião e cultura do local. Apesar disso, não precisei cobrir meu cabelo, tampouco me privar de entrar em lugares que tinham apenas homens.

Durante a viagem estava muito frio e por isso eu estava sempre bem vestida e com blusas mais compridas. Se você for num período mais quente, evite decotes, roupas curtas e muito colada ao corpo. Nós, como viajantes, devemos sempre respeitar, seguir algumas condutas e tentar entender ao máximo essa questão cultural. 

Falando em chamar a atenção, apesar de não ter muitas mulheres nas ruas do Curdistão Iraquiano, não senti os homens me olhando por ser estrangeira. Eles são bem mais tranquilos e respeitosos, quando comparados a países como o Egito, por exemplo.

Fatos e curiosidades

Bandeira do Curdistão
Bandeira do Curdistão

Antes de finalizar este artigo, queremos deixar alguns fatos e curiosidades sobre a região do Curdistão no Iraque. São coisas que estamos tão acostumados a ter e lá não tem, que chega a ser estranho, engraçado e triste ao mesmo tempo.

Banco, dinheiro e cartão

Bem, para começar, como você deve ter percebido, na região praticamente não há bancos, as pessoas não têm contas em bancos. Do chá baratinho ao carro de luxo tem que ser pago com dinheiro e é por isso que muita gente recebe salário em dólar americano.

Caixa eletrônico também é coisa rara, tanto que na cidade inteira, só achamos duas unidades e nelas havia uma lista de onde encontrar os outros caixas. Claro que o saque é contabilizado em dólar e transformado para a moeda local com uma cotação abaixo das casas de câmbio.

Casas e endereços

Outro fato que chega a ser engraçado é que praticamente não existe endereço, logo não existem correios. Para pagar uma conta, os cobradores vão até as casas, por exemplo, que foi uma coisa que presenciamos. 

Pedir alguma compra pela internet é quase impossível pela falta de endereço e banco para pagar. Existe uma empresa com um esquema, onde você manda o link do que quer comprar, eles fazem o pedido online, pagam e quando recebem te avisam. É aí que você vai retirar e pagar o produto. 

Tudo é na base da confiança e o risco de alguém fazer o pedido e não ir buscar é grande, pois como você já sabe, não há endereço, conta, nem cartão para pagar.

Compras online

Falando nisso, acreditamos que esse é o único país do mundo que existe lojas físicas da Amazon. Claro que as lojas não são da companhia mesmo, mas algumas pessoas fazem compras na Amazon online fora do Iraque, levam para lá e vendem nas lojas com o mesmo nome e logomarca. O mesmo vale para outras marcas que não tem na região, como a loja de móveis Ikea.

Energia elétrica

Mais uma curiosidade sobre o Curdistão no Iraque é que a energia elétrica é dividida em duas. Dessa forma, as potências também são diferentes, pois o governo oferece alta potência, mas somente em algumas horas do dia quando é possível usar aquecedor ou ar condicionado por exemplo. 

Durante o resto do dia, a pessoa precisa ter um gerador para poder usar as coisas básicas como geladeira, por exemplo. Você vai perceber que o problema é grande quando perceber que a energia cai muitas vezes por dia. 

E aí, vai viajar para o Iraque? Conta pra gente sua programação e se esse artigo te ajudou.

Leia também

Inscreva-se
Notifique-me
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

6 Comentários
Mais novos
Mais velhos Mais votados
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Julia
Julia
20 dias atrás

Nossa…fico feliz ,procurei por muito tempo essas informações,gostei da matéria.bem completa..quero muito ir para erbil….meu sonho de consumo…

Elaine
Elaine
2 meses atrás

Gostei muito de suas orientações sobre o curdistao, tinho muita vontade de conhecer,mas as condições financeiras,e viajar sozinha, não é fácil ,mas nada é impossível, quem sabe um dia!🇧🇷🇮🇷

Anne Pilar
Anne Pilar
5 meses atrás

Andressa você sabe que eu acompanho vocês
Achei este artigo de estrema importância porque eu quis ir ao Curdistao e não encontrei nada na internet.
Procurei banco para enviar dinheiro e não encontrei.
Procurei enviar encomenda via Sedex e não encontrei.
Agora vocês esclareceram tudo.
O Idioma muitas vezes eu uso curso no tradutor eles não entendem.
Deve ser outro como você explicou.
Realmente eu acompanhei a festa Noruz maravilhosa, acompanhei por aqui porque ainda não me sinto segura para visitar o país.
Mais amei a matéria vou compartilhar .
Super importante.

Nós utilizamos Cookies para melhorar sua navegação pelo blog. Ok, tudo bem O que é Cookie?

6
0
Vamos conversar? Deixe seu comentário!x