Home Brasil O que fazer em Aracaju, Sergipe: Dicas e Atrações

O que fazer em Aracaju, Sergipe: Dicas e Atrações

por Andressa Silva
o que fazer em Aracaju

Cidade cortada pelos rios Sergipe e Poxim, Aracaju é o principal destino de quem viaja a Sergipe. São diversas atrações que englobam as praias e contam sobre a cultura, culinária, momentos históricos, artesanato e personalidades que fazem de lá uma cidade especial. Pensando nisso, nós fizemos este artigo sobre o que fazer em Aracaju com informações e dicas completas.

Neste artigo você poderá conhecer momentos importantes da história de Aracaju e como isso transformou a região. Te contaremos sobre as melhores atrações de Aracaju, indicamos bons hotéis e onde ficar. Além disso, deixamos dicas de como chegar de carro, avião e ônibus, bem como adicionamos vários locais para você provar o melhor da culinária regional.

Abaixo está nossa lista com os temas abordados neste artigo. Caso você queira ir direto a um tópico, é só clicar no tema abaixo para ser direcionado.

História de Aracaju

Antes de começar a falar sobre o que fazer em Aracaju, é importante falar um pouco sobre a história da cidade. Essa que, assim como todo o estado, já fez parte da Bahia e hoje apresenta uma das melhores regiões para viver no Brasil. Aracaju tem a população com menor desigualdade do nordeste e ganhou o título de cidade com pessoas que têm hábitos de vida mais saudáveis em todo país.

No entanto, sua história começa em torno dos anos 1000 quando os índios tapuias que moravam na região, foram expulsos pelos povos tupis da Amazônia. Até que no século 16 os europeus chegaram pela região e mudaram todo o curso da história dos tupinambás que estavam por lá.

A Capitania da Baía de Todos os Santos que fazia parte da colonização portuguesa tinha como líder da região o cacique Serigy. No começo de 1590, Cristóvão de Barros derrotou os índios e fundou a cidade de São Cristóvão, definindo a Capitania de Sergipe que ainda era subordinada da Capitania da Baía e não tinha litoral, tampouco porto.

Anos depois a região foi expandindo e em 1855 o povoado virou cidade passando de Santo Antônio de Aracaju para simplesmente Aracaju. Dez anos depois a cidade se firmou e teve um ótimo desenvolvimento e crescimento junto a região litorânea que conhecemos hoje em dia. 

Quem se pergunta sobre a relação do nome Aracaju com a fruta caju, saiba que esse nome vem do tupi e tem relação com a fruta sim. Quanto traduzido diretamente, o termo “arákaîu” em tupi, significa cajueiro das araras, pois “ara” é traduzido como “arara” e “caju” como “cajueiro”. Os pássaros estavam sempre lá para comer frutas e descansar nas árvores do centro da cidade, perto de algumas atrações que você descobrirá neste artigo.

Como chegar em Aracaju

Chegar em Aracaju é bem tranquilo, ainda mais porque está localizado perto de duas capitais importantes. Há aeroporto na cidade, estradas como a BR 101 que dá opções de rotas para quem parte de várias partes do país. Além disso, há diversas opções de transporte que ligam a capital a outras cidades da região.

Avião: Quem está viajando para Aracaju de uma cidade mais distante e precisa pegar avião, considere o Aeroporto Internacional de Aracaju – Santa Maria. Outra opção é chegar em Aracaju pelo aeroporto de Salvador ou Maceió, e em seguida alugar um carro para chegar e rodar pela cidade, pois será mais fácil e rápido. 

Carro: Quem já está no nordeste, pode viajar de carro com tranquilidade e aproveitar outras cidade no caminho. Portanto, recomendamos o aluguel de carro pela Rentcars aqui no blog, caso não tenha carro próprio. Essa é com certeza a forma mais confortável e livre de viajar pela região.

Ônibus: Você vai achar diversas alternativas e rotas de ônibus saindo das cidades ao redor para Aracaju. Existem dois terminais rodoviários na cidade que são chamados de rodoviária nova e velha. Como nós estávamos em Penedo, Alagoas, tínhamos a opção da Viação Águia Branca, mas só partia às 06h, por isso acabamos pegando o transporte alternativo.

Transporte Alternativo: Para chegar e sair de Aracaju, há muitas rotas feitas pela Coopertalse. Nossa saída de Penedo para Aracaju foi feita de barco para atravessar o Rio São Francisco e depois de micro-ônibus. Para sair da cidade, pegamos o mesmo transporte, só que dessa vez indo para a Praia Sítio do Conde na Bahia.

Para ver opções de passagens aéreas e de ônibus, acesse a 12Go aqui no site, pois usamos e recomendamos.

Bares e Restaurantes em Aracaju

caranguejo no molho em Aracaju SE
Caranguejo no molho

Bons locais para comer em Aracaju não vão faltar, começando pela Passarela do Caranguejo e as dezenas de restaurantes. Nesta região você vai encontrar bares e restaurantes com cardápios recheados de delícias nordestinas, carnes e frutos do mar. O caranguejo, siri e aratu fazem parte de todos os cardápios e você deve provar as variedades de pratos.

De frente aos restaurantes, há um espaço com várias barracas e food trucks para você fazer ótimos lanches. Neste espaço, nós provamos o Acarajé do Leleco que estava delicioso. Você também encontra drinks, hot-dog e hambúrgueres, por exemplo.

Na mesma região, você vai encontrar o Carrara Food Park, um espaço com diversos boxes que oferecem comidas de todos os tipos. Nesta praça de alimentação, você terá hambúrgueres, pizzas, pastéis, massas e sushis, por exemplo. Além disso, há petiscos e espetinhos que caem super bem com uma cerveja gelada.

Seguindo um pouco mais ao norte, você vai encontrar bons restaurantes. Um deles que é super conhecido é o Pitú com Pirão da Eliane, que também aprovamos. Já na região do centro da cidade, indicamos que conheça os restaurantes dos mercados públicos, principalmente no Mercado Antônio Franco. O Restaurante Caçarola é super popular, com uma unidade no mercado e outra no Espaço Zé Peixe que oferece uma bela vista do rio Sergipe.

Onde ficar em Aracaju

o que fazer em Aracaju
Mercado em Aracaju

Aracaju oferece muitas opções de hotéis, mas a grande maioria fica localizado na região da orla de Atalaia. Essa é realmente a melhor parte da cidade para ficar, pois você terá ótima estrutura e poderá se locomover facilmente para as outras partes da cidade. Apesar disso, ainda encontrará alguns hotéis no centro da cidade e nas praias ao sul de Aracaju.

A seguir, deixamos algumas dicas de onde ficar em Aracaju para você economizar seu tempo de pesquisa. 

Enjoy Hostel e Pousada: As opções de hostel vem crescendo bastante na cidade, por isso deixamos essa sugestão. Há opções de quartos compartilhados e privativos que são perfeitos para quem viaja só ou em grupo.

Simas Praia Hotel: Este hotel tem 3 estrelas, fica em Atalaia e está perto de tudo que você precisar em Aracaju. A relação custo-benefício é uma das coisas que chamam a atenção de quem já se hospedou lá, então vale a pena conferir.

Pousada Encantare: Essa é uma das nossas indicações de pousadas baratas em Aracaju, onde você vai se hospedar bem sem gastar muito. Todos os quartos são bacanas, tem boa estrutura e acomodam seus hóspedes super bem.

Vidam Hotel Aracaju: Esse é um hotel 5 estrelas que fica na orla de Atalaia, tem vista para o mar e uma excelente estrutura. Você poderá contar com piscina, spa, bar, restaurante e cafeteria entre tantas outras comodidades.

Aruanã Eco Praia Hotel: Este hotel fica na Praia de Aruana na região dos bares, o que significa estar bem localizado para quem deseja aproveitar bem as praias da região. A estrutura do local é fantástica e você ainda pode contar com serviços 4 estrelas.

Quer ver mais opções, então veja tudo no Booking.com e faça sua reserva!

O que fazer em Aracaju, Sergipe

Atrações em Aracaju é o que não vai faltar para você ficar na cidade vários dias. Portanto, a seguir deixamos dicas e informações completas sobre o que fazer na cidade para aproveitar as praias, o centro histórico, mercados e claro a culinária da região que é deliciosa. Com essas atrações em Aracaju que deixaremos a seguir, você poderá montar um roteiro completo pela cidade.

Praias de Aracaju

Praia da Atalaia em Aracaju
Praia da Atalaia

Aracaju tem muitas praias e todas elas com ótima faixa de areia plana que dão espaço para você aproveitar bem. Dessa forma, você pode contar com as praias da cidade para banhos, caminhadas, corridas e claro muita diversão. São 22 km de praias, mar tranquilo e águas mornas que são características do nordeste brasileiro. 

Atalaia: Para começar a falar sobre as praias de Aracaju, vamos para a principal que é ​​Praia de Atalaia. Nela, você vai encontrar muitas barracas que espalham suas cadeiras, mesas e guarda-sóis por toda extensão da areia.

Aruana: Acreditamos que essa é a segunda praia mais popular de Aracaju, pois também conta com ótima estrutura. Numa parte dela, você verá alguns quiosques e mais ao sul há bares e beach clubs como o Paraíso do Baixinho, que nós conhecemos e adoramos.

Artistas: Esta é a praia ao norte da praia de Atalaia, sendo outra opção popular pois fica próximo a região das atrações da cidade e é marcada pelo farol. Algumas barracas também estão nesta região e dá para passar o dia aproveitando essa bela praia.

Mosqueiro: Localizada entre a praia de Aruana e a do Viral, esta praia também oferece boa estrutura ao turista. Você pode contar com dois beach clubs que são bem populares: o Duna e o Staleiro 79.

Viral: Esta é a ponta da praia ao sul de Aracaju e está a 30 km do centro da cidade. Neste local você verá um areal bem extenso e o encontro do rio com o mar, mas não tem estrutura de bares e restaurantes. Muitas pessoas fazem passeios com carros 4×4 e lanchas na região, sendo uma oportunidade de passeio nesta praia.

Orla de Atalaia

As orlas de Aracaju são pontos super populares na cidade, mas a Orla de Atalaia é uma das melhores. Ela foi considerada uma das mais bonitas do nordeste e ganhou colocação entre as orlas com melhor estrutura do país. A região tem pista extensa, área para bicicleta, pedestre, parque infantil e muito mais. 

Ao caminhar você poderá entender porque ganhou tantos títulos e poderá visitar muitas das atrações da cidade que falaremos neste artigo. Não deixe de visitar a parte da orla que tem os Arcos da cidade e o Letreiro “Eu amo Aracaju”. 

Outras Orlas de Aracaju

Como você já viu, Aracaju é super organizada e oferece ao morador e visitante, muitos espaços para lazer e prática de esportes, como caminhadas e corridas. Portanto, se você tiver vários dias para explorar a cidade, não deixe de visitar as outras orlas e conhecer suas particularidades.

Orla Sul: Fica bem perto da famosa Orla da Atalaia, indo no sentido sul. Esse espaço é novo e por isso tem calçadas com acessibilidade e passarelas que dão acesso à praia de forma mais confortável.

Orla do Bairro Industrial: Essa orla fica às margens do rio Sergipe, perto dos Mercados Públicos e do Parque da Cidade. A partir de lá você poderá ter uma bela vista da Ponte Construtor João Alves, mais conhecida como Ponte Aracaju-Barra dos Coqueiros.

Calçadão da Praia Formosa: Também localizada às margens do Rio Sergipe, essa orla tem áreas de mirante, muitos espaços verdes e tem até locais para colocar redes e aproveitar a natureza ao redor.

Calçadão da 13 de Julho: Essa orla é a continuação do Calçadão da Praia Formosa e tem 5 km de extensão. É uma ótima opção para passear no final da tarde, levar as crianças para brincar e praticar esportes.

Orla Pôr do Sol: Esta é a orla que está localizada ao sul da cidade nas margens do Rio Vaza-Barris. Como o nome já fala, esse é o melhor local para ver o pôr do sol, bem como para fazer passeios de lancha e catamarã pela região.

Passarela do Caranguejo

Restaurante na Passarela do Caranguejo em Aracaju
Restaurante na Passarela do Caranguejo

Como falamos anteriormente, a Passarela do Caranguejo é um ótimo local a qualquer hora do dia, pois é um corredor gastronômico completo. Localizada na orla da Praia de Atalaia, a passarela conta com dezenas de bares e restaurantes que oferecem comidas deliciosas e claro, um bom caranguejo.

Alguns lugares super famosos por lá são o Cariri Restaurante que também é casa de forró, o Laguna e o Rei da Sopa que foi o local que escolhemos. Nestes restaurantes você vai encontrar comidas típicas com pratos à base de carnes, frango e peixes. No entanto, o carro chefe das casas são os pratos feitos com caranguejo, aratu, siri e guaiamum.

Nós, por exemplo, provamos o pastel de aratu e uma bela porção de casquinha de caranguejo servida com farinha para adicionar sabor e crocância. Não poderíamos sair de lá sem pedir algumas unidades de caranguejo, servidas com pirão, vinagrete e um caldo delicioso.

Oceanário do Projeto Tamar

Em Aracaju você encontra o Oceanário do Projeto Tamar que foi o primeiro do tipo no nordeste. Sua estrutura é em formato de tartaruga e conta com tanques de observação de tubarões, tartarugas marinhas e tantas outras espécies de animais marinhos de água doce e salgada. O ingresso custa R$35 com direito a alguns eventos como ver o momento de alimentação das tartarugas. 

Ao final, você passará pela loja que tem presentes diversos e bem bonitos que fazem parte do projeto para apoiar a vida marinha. Quando estiver pela região, ainda recomendamos visitar os Lagos da Orla e fazer uma bela caminhada pela região, principalmente se for no final da tarde.

Feira do Turista

A feira do turista é um lugar super bacana em Aracaju que funciona como uma galeria cheia de lojas. Por lá, vimos muitas lojas que vendem artigos de praia, mas também tem lojas com presentes e lembrancinhas de Aracaju, como imã de geladeira, chaveiro, canecas e camisetas, por exemplo.

Além disso, há algumas lojas que vendem produtos da culinária local. Logo na entrada tem uma loja na parte central que vende biscoitos, doces de caju, goiaba e banana. Também tem vários tipos de cachaças produzidas no estado, pimentas e outros tipos de alimentos que dá para você levar para casa ou consumir durante a viagem.

Na mesma região, você pode aproveitar e visitar a Passarela do Artesão, com mais opções de presentes e lembrancinhas artesanais. O Centro de Arte e Cultura J. Inácio fica pertinho e dá para entrar e conhecer ainda mais da cultura local. São três atrações em praticamente um lugar só.

Mercados e Centro Comercial

Mercado Thales Ferraz em Aracaju
Mercado Thales Ferraz

Separe um dia da sua viagem a Aracaju para conhecer o centro comercial e seus mercados. Essa foi para nós, uma das melhores partes da cidade e por isso indico neste artigo sobre o que fazer em Aracaju. São três grandes mercados que revelam culinária, cultura, música, arte e história num só lugar.

O Mercado Municipal Albano Franco faz parte deste complexo e é o maior deles. Nesta parte você terá todo tipo de alimento, pois é o centro de abastecimento da cidade. São vários setores que dividem os pescados, caranguejos, carnes, frutas, verduras e farinhas por exemplo. No entanto, neste mercado ainda tem ferragens, eletrônicos e outros artigos que fazem parte do dia a dia da população.

Atravessando uma praça você logo estará no Mercado de Artesanato Thales Ferraz. Esse tem uma estrutura muito bonita com um pátio central e lojas em todo entorno. Numa parte há várias lojas de queijos, frios, doces, cachaças e licores, por exemplo. No meio dele ainda há lojas de artesanato de madeira, palha e barro. 

Passe pela Passarela das Flores e você vai chegar no Mercado Municipal Antônio Franco com seus corredores recheados de lojas de artesanato. Uma parte desse mercado é tomado por restaurantes que oferecem comidas típicas que vão de buchada à galinha caipira. Numa das laterais, você vai achar uma escada para o famoso Restaurante Caçarola que fica no primeiro andar.

Igreja São Salvador – Capela Divino Salvador

Entre as ruas movimentadas do centro comercial de Aracaju, encontramos uma pérola que faz parte da história da cidade. A igreja São Salvador, também conhecida como Capela Divino Salvador foi fundada em 1857, sendo ela a primeira igreja da capital sergipana. Por causa disso e de outros fatos históricos, essa igreja foi declarada patrimônio histórico e artístico de Sergipe.

Palácio Museu Olímpio Campos

Palácio Museu Olímpio Campos
Palácio Museu Olímpio Campos

Em 1863 o Palácio do Governo foi inaugurado e passou a ser a sede dos políticos do estado. Hoje em dia é um museu que mostra a história de Sergipe no âmbito político e cultural, que você não deve deixar de incluir na sua lista de atrações em Aracaju e roteiro pela cidade.

Ao visitar o Palácio do governo, você estará no centro histórico de Aracaju, por isso, recomendamos que aproveite para visitar a Catedral Metropolitana de Aracaju. Entre esses dois edifícios históricos, você passará pela Praça Olímpio Campos ou praça da Catedral, mas fique atento, pois a região não me pareceu muito segura.

Museu do Artesanato de Sergipe

Esse espaço fica bem próximo aos mercados, ao palácio e às igrejas do centro histórico, tanto que o local que o Museu do Artesanato de Sergipe fica, é um prédio histórico também. A partir de uma das entradas, você logo verá o pequeno museu que tem algumas peças de artesanato local em exposição. 

A partir do largo central, é possível ver as diversas lojas que vendem rendas tradicionais da região e fazer boas compras. Por lá ainda vimos um palco, mas não estavam acontecendo apresentações no momento e também haviam lanchonetes e restaurantes, sendo mais uma opção de lugar para comer em Aracaju.

Centro Cultural de Aracaju

O Centro Cultural de Aracaju, como o nome já fala, é um local que mostra mais da cultura local. No local que hoje abriga exposições culturais, funcionou o prédio da antiga alfândega da cidade. Ao visitar, você poderá ver exposições gratuitas, será bem atendido e ainda terá direito a um guia que fala informações das peças, de onde são e como foram feitas. São quadros e peças belíssimas e coloridas que relevem detalhes da cidade.

Espaço Zé Peixe

Espaço Memorial Zé Peixe
Espaço Memorial Zé Peixe

Este memorial foi feito para homenagear Zé peixe, um prático que fez história em Aracaju. No local há uma pequena exposição gratuita com quadros que falam sobre a vida dele, tem uma estátua e um restaurante. Tudo isso fica às margens do Rio Sergipe com um belo cenário para fotos.

Ele nasceu e faleceu na mesma casa na capital sergipana e desde de criança desenvolveu uma grande habilidade de nadar. Quando adulto, entrou na marinha e passou a ser prático, mas ao deixar os navios em alto mar, ele mergulhava direto para o mar e nadava até a costa por 2, 3 ou 4 horas seguidas com tranquilidade. Ele acabou virando uma celebridade por causa da sua habilidade e por servir e ajudar tantas pessoas na cidade.

Largo e Museu da Gente Sergipana

Sobre o Rio Sergipe, nós também encontramos um grande monumento em homenagem à cultura do estado. Há um deque de observação e 8 estátuas que representam o folclore do estado mostrando personagens locais. Você pode conhecer o Museu da Gente Sergipana que está num palácio histórico construído em 1920. Este museu oferece exposições com toques de tecnologia e interatividade para conhecer a história e a cultura de Sergipe.

Colina do Santo Antônio 

A colina do Santo Antônio é um dos pontos mais altos de Aracaju e foi o ponto de início de tudo, pois foi onde a cidade nasceu. A dica na colina é ir à Igreja de Santo Antônio e ao mirante para ver a cidade lá de cima. Você fará belas fotos lá do topo, principalmente se for no final do dia para ver o pôr do sol e a bela Ponte Aracaju-Barra dos Coqueiros sobre o rio Sergipe.

Parque da Cidade e Teleférico

Esses são outros dois pontos que não poderiam ficar fora da nossa lista sobre o que fazer em Aracaju. São 600 mil metros quadrados de Mata Atlântica onde você pode ver muita natureza, respirar ar puro e caminhar entre a mata nativa. Para completar o seu passeio por lá, pegue o teleférico que custa R$30 para chegar na região panorâmica e ter a vista completa da região.

Outros Parques de Aracaju

Em Aracaju você ainda encontra outros parques e se você gosta de contato com a natureza, poderá visitar outros espaços. Um deles é o Parque da Sementeira, onde é possível fazer piqueniques, caminhadas e visitar o Planetário de Aracaju. Outro local muito bom é o Parque dos Cajueiros, pois é super completo com deque sobre o rio Poxim, espaço para caminhada, ciclovia, área de diversão com bares, restaurantes e muito verde.

Croa do Goré e Ilha dos Namorados

A Croa do Goré é uma ilha que se forma durante a maré baixa na região do leito do rio Vaza-Barris. O local é super popular, tanto que há um restaurante flutuante que ancora na croa para os visitantes tomarem bons drinks e fazerem refeições. Já a Ilha dos Namorados é um pouco mais distante, mas também é um banco de areia onde embarcações chegam em passeios.

Para chegar lá na Croa do Goré, você deve reservar um passeio que inclui a ida à ilha dos namorados e o passeio pela orla pôr do sol. Caso prefira ir apenas à Croa do Goré, você pode reservar apenas a lancha com serviço de transfer do hotel. Nós indicamos fazer as reservas com antecedência com a Civitatis aqui no blog, pois são nossos parceiros de confiança.

Passeios em Aracaju

Agora que você já sabe o que fazer em Aracaju, é hora de se programar e arrumar as malas. Para te ajudar ainda mais com a programação da sua viagem e roteiro pela cidade, deixamos algumas sugestões de passeios abaixo. Faça sua reserva e aproveite o que Aracaju tem de melhor a oferecer para suas férias.

Inscreva-se
Notifique-me
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Nós utilizamos Cookies para melhorar sua navegação pelo blog. Ok, tudo bem O que é Cookie?

0
Vamos conversar? Deixe seu comentário!x