Home BrasilAlagoas Associação Peixe-boi de Tatuamunha, Alagoas

Associação Peixe-boi de Tatuamunha, Alagoas

por Flávio Mendes
Associacao-Peixe-Boi

Durante uma viagem de carro pelo norte de Alagoas, um dos passeios que havia pesquisado e me chamou atenção foi a visita à Associação Peixe-boi em Tatuamunha. Afinal, o passeio faz parte do roteiro de viagem para São Miguel dos Milagres, porque fica bem próximo.

Trata-se de um passeio baseado em turismo de observação do peixe-boi marinho em seu habitat natural. Sem falar que a visita ao local ajuda na geração de empregos para a comunidade, educação e conservação ambiental.

História da Associação Peixe-boi de Tatuamunha

Peixe-Boi-Tatuamunha
Associação Peixe-boi

A Associação Peixe-boi foi fundada em 2009 com a união de guias locais que lutavam pela preservação da espécie que é ameaçada de extinção.

Desde então, eles vem trabalhando na educação ambiental nas escolas da região, trazendo estudantes e professores para conhecer o peixe-boi e o manguezal, além de receber a visita de turistas de todo o Brasil e de vários lugares do mundo.

A espécie está na lista de “vulnerável à extinção” em âmbito mundial pela União Internacional para Conservação da Natureza. Os principais fatores para isso são a caça irregular que acontecia antigamente, a pesca criminosa de hoje em dia, a captura acidental, a destruição de seu habitat, a poluição e as embarcações motorizadas que machucam os animais.

A Vida do Peixe-boi Marinho

Associacao-Pexei-Boi-Tatuamunha
Peixe-boi abraçando o barco

O peixe-boi pode viver 60 anos, chegando a pesar 600 kg e medir incríveis 4 metros. Sua alimentação é baseada em algas marinhas e capim agulha, mas em cativeiro eles são alimentados com legumes como cenoura, beterraba e algumas verduras.

Durante seus primeiros 2 anos de vida, eles se alimentam exclusivamente do leite materno. Já durante a fase adulta, alguns chegam a comer em média 60 kg por dia, ou seja, cerca de 10% de seu peso.

Seu ciclo reprodutivo é muito lento, com uma gestação que dura cerca de 13 meses de apenas um filhote por vez. A comunicação do peixe-boi é feita através de pequenos gritos e é tão importante entre mãe e filhote que ela consegue reconhecê-lo somente através do som.

Eles são extremamente dóceis, nadam lentamente e sobem a superfície da água a cada 5 minutos para respirar. Todos esses fatores infelizmente os tornam uma presa fácil para a caça.

Infelizmente o peixe-boi marinho é um dos mamíferos aquáticos que estão em maior ameaça de extinção, ainda mais por ter uma reprodução muito lenta, tornando o aumento da população ainda mais difícil.

Como Chegar na Associação Peixe-boi

A associação fica no povoado de Tatuamunha, no município de Porto de Pedras, litoral norte de Alagoas. O acesso é fácil, já que a entrada da associação peixe-boi fica bem na rodovia e tem placas de sinalização.

Para quem ficar hospedado em Maceió, pode visitar o local fazendo uma viagem de carro de aproximadamente duas horas, num trajeto de 100 km. É só pegar a rodovia estadual AL-101 sentido norte que passa por todo litoral alagoano.

Fizemos o passeio quando estávamos hospedados em São Miguel dos Milagres, cidade vizinha que fica a apenas 15 minutos de carro. Contudo, ainda é possível fazer um bate e volta a partir de Maragogi e Japaratinga.

Como é o Passeio do Peixe-boi

Associacao-Peixe-Boi-Jangada-Rio-Tatuamunha
Barco do Passeio

Se você for alugar um carro em Alagoas para viajar com maior liberdade, pode ir até o escritório da associação para de lá começar o passeio.

O passeio da associação peixe-boi começa com o guia contando diversas histórias sobre a fundação, a vida do animal e seu habitat. Ele também fala sobre o local em que estávamos, como funciona a Área de Proteção Ambiental (APA) da Costa dos Corais e muito mais.

Depois de uma curta caminhada pelo povoado, passamos por uma ponte de madeira que cruza o rio Tatuamunha e o manguezal. Nessa parte pudemos ver diversos caranguejos e como é todo o ecossistema do manguezal.

Embarcamos numa jangada a remo, onde navegamos na paz do rio Tatuamunha com o silêncio da natureza e a voz do guia super animado contando sobre a flora e fauna, e claro sobre o peixe-boi.

O ideal é fazer silêncio mesmo, principalmente na hora que chega perto das cercas onde os peixes-boi são alimentados. Nessa região, alguns deles estão passando por readaptação e outros que já moram por lá, podem entrar e sair livremente.

Eles demoraram a aparecer, mas logo vieram dois de uma vez só e pareciam se comunicar encostando suas cabeças. Um dos peixes-boi mais famosos, o Aldo, abraçou nosso barco e podemos ter uma sensação fantástica.

Demos a sorte de conseguir ver, mas demorou muito para o peixe-boi aparecer. Pode acontecer o infortúnio da pessoa ir ao passeio da associação peixe-boi e não conseguir ver nenhum animal. Contudo é importante lembrar que a experiência de conhecer toda a região e ajudar a comunidade local já vale a ida.

Associação Peixe-boi: Informações Extras

Peixe-Boi Aldo
Peixe-boi Aldo

O passeio acontece diariamente entre às 08h e 17h com duração de mais ou menos 1h30m. Mas fique atento pois o último grupo embarca às 15h30 para ter tempo de ver tudo.  O passeio está limitado a 70 pessoas ou 10 jangadas por dia, ou seja até 7 pessoas por barco.

Faça a reserva do passeio com antecedência de pelo menos um dia, ligando para a associação peixe-boi no telefone (82) 3298 6247. Você pode mandar mensagem pelo WhatsApp no número (82) 998103021 ou pelo e-mail [email protected]

Tentamos reservar na hora e não conseguimos, aí reservamos para o dia seguinte, portanto reserve com antecedência, principalmente em feriados e alta temporada. Ainda recomendo que fique atento ao Facebook da associação para ver as novidades e avisos.

Para finalizar, prepare o bolso, pois o passeio custa R$70 e só pode ser pago em dinheiro. Falo isso principalmente porque existe uma loja onde você poderá comprar um peixe-boi de pelúcia, canecas, camisetas e outras lindas lembrancinhas para levar pra casa.

Outros Passeio em Alagoas

A sua viagem para Alagoas fica mais completa com a visita à associação peixe-boi, bem como a outras praias da região. Inclusive citamos essa e outras atividades para fazer em Maceió, caso você fique por lá, num post completo aqui no blog.

Abaixo você verá informações e detalhes de passeios pelas mais belas praias e locais do estado para uma viagem perfeita.

Leia também

Inscreva-se
Notifique-me
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Nós utilizamos Cookies para melhorar sua navegação pelo blog. Ok, tudo bem O que é Cookie?

0
Vamos conversar? Deixe seu comentário!x