Home Ásia Morar na Tailândia: 10 coisas que aprendemos morando no país

Morar na Tailândia: 10 coisas que aprendemos morando no país

por Flávio Mendes
Big Buddha de Wat Phra Yai

Cultura totalmente diferente do que estamos acostumados, mas com o clima e alguns lugares muito parecidos com o Brasil, morar na Tailândia foi a melhor escolha que fizemos. Claro que sentimos falta de algumas comidas brasileiras, mas no geral foi tudo perfeito. 

Depois de viver na Tailândia, percebemos que o país tem muitos fatores que nos fez gostar ainda mais. São coisas como o clima, o povo e as praias que fazem tudo ser melhor. Sendo assim, reunimos 10 coisas que aprendemos morando na Tailândia.

Sabia que o Seguro Viagem é super importante na viagem para a Ásia?

O continente asiático é o responsável pelo maior número de viajantes com intoxicação alimentar e insolação. A gastronomia é muito diferente da nossa, feita com temperos fortes, a higiene não é tão levada a sério e o calor é excessivo. O nosso parceiro Seguros Promo é um comparador de seguro viagem que garante os melhores preços. Faça uma cotação e conheça excelentes seguros para a sua viagem, ganhando 15% de desconto usando o código VIAJELEVE15.

QUERO UM ORÇAMENTO

Morar na Tailândia e suas lições

Apesar do país ter uma cultura totalmente diferente e comidas exóticas, nossa experiência em viver no país foi boa. Isso porque nos adaptamos facilmente e entramos de cabeça nos costumes do país para poder se aproximar das pessoas locais.

Claro que a Tailândia não é o país das maravilhas e lá, como em qualquer país do mundo, há seus problemas sociais. No entanto, nada disso fez com que a experiência tenha sido negativa ou desapontadora.

1 – Tirar o calçado antes de entrar em qualquer ambiente

Templo Wat Phra Singh em Chiang Mai
Templo Wat Phra Singh

Não importa por onde você ande, você sempre verá diversos calçados amontoados na porta de lugares públicos e principalmente em casas e templos. Seu calçado deve ser retirado antes de entrar nos ambientes porque os sapatos carregam impurezas e milhões de bactérias que são trazidas da rua.

Além disso, ao morar na Tailândia aprendemos que não se deve apontar os pés diretamente para Buda e nem encostar seu pé em ninguém. Isso se deve a cultura não só tailandesa, mas budista, que diz que os pés são os lugares mais sujos do corpo.

2- Economize água sempre

Fechar a torneira enquanto escova os dentes ou enquanto lava os pratos é comum e muita gente já adotou esse costume. Contudo, ao morar na Tailândia aprendemos a tomar banhos mais curtos e desligar o chuveiro enquanto se ensaboa.

Isso porque em alguns lugares que trabalhamos pelo Workaway, por serem lugares mais isolados, a água vinha do poço e costuma faltar com frequência. Sendo assim, encher um balde por precaução e tentar economizar água ao máximo foi algo que aprendemos na marra.

3 – Com pimenta ou com pimenta?

Restaurante Fishermans na Tailândia
Carangueijo de curry amarelo

Sempre gostamos de pimenta e achávamos que as pimentas brasileiras eram fortes, mas vimos que na Tailândia a coisa é bem diferente. Muitos pratos da culinária tailandesa são feitos com bastante pimenta, pois para eles é algo normal. 

Mesmo se te disserem que o prato tem um pouquinho de pimenta, não acredite 100%. Sem falar que é sempre bom pensar duas vezes antes de comer algum prato que está escrito “picante”, pois eles usam muito curry que são pastas de pimenta tailandesa.

4 – Guardanapo e papel higiênico valem ouro na Tailândia

Comida de rua tailandesa Chinatown
Restaurante na Tailândia

Outra coisa que é da cultura asiática e só percebemos ao morar na Tailândia, é que as pessoas não usam papel higiênico após ir ao banheiro, tanto que todos os banheiros são equipados com chuveirinho para se limpar. A dica é sempre carregar seu papel higiênico quando possível, pois em muitos casos não há papel disponível.

Quanto ao guardanapo, isso é outra coisa que quase não se vê nos bares e restaurantes pequenos. Quando tem, vem uma unidade por pessoa, ou você verá um rolo de papel higiênico como guardanapo.

O mais engraçado é que o preço de nenhum dos dois tipos de papel é absurdamente caro no país. Além disso, é fácil de encontrar em qualquer mercadinho ou supermercado pelo país inteiro.

5 – Aprender a morar na Tailândia sem saber tailandês porque é difícil

Foi bem difícil aprender tailandês por conta própria e podemos dizer que nos meses iniciais aprendemos pouco mais que 10 palavras. No entanto, o inglês é facilmente compreendido nas cidades maiores e mais turísticas, mas as pessoas não falavam nada de inglês por alguns lugares que passamos. 

A língua tailandesa é difícil, porque há muitas letras e o alfabeto é diferente do nosso. Fora que as entonações são diversas e uma mesma palavra pode significar muitas coisas. Apesar disso, tentamos aprender pelo menos o básico para se sair bem em algumas situações.

6 – Os animais serão seus companheiros

As pessoas gostam muito de animais na Tailândia e em todo lugar você vai encontrar muitos gatos e cachorros. Alguns deles vão se tornar seus companheiros, como aconteceu com a gente em diversos locais.

Em um dos nossos trabalhos voluntários, haviam 3 cachorros que não desgrudavam da gente. Um deles sempre nos acordava pela manhã batendo na porta do bangalô e os outros sempre estavam por perto. Quando moramos em Koh Phangan, eram 2 cachorros e um gato que ficavam o dia todo pedindo comida e acabaram vivendo na sacada do nosso bangalô por um tempo.

7 – Que o calor vai ser eterno

Praia de Ao Nang em Krabi, Tailândia
Praia de Ao Nang

Sempre gostamos de calor e verão, mas na Tailândia a coisa é séria. Independente da época do ano ou do horário do dia, vai estar calor e isso é um fato. Normalmente a temperatura fica na faixa dos 30oC com sensação térmica de quase 40o C. 

Pode até parecer pouco, mas é muito abafado e isso não muda quando anoitece. A temperatura dá uma aliviada entre os meses de dezembro e fevereiro, mas em abril a coisa fica mais séria porque é o mês mais quente do ano. No período das monções asiáticas, a coisa melhora, mas mesmo assim sentimos muito calor.

8 – Que o trânsito é doido, mas funciona

Como se locomover em Bangkok na Tailândia
Rua em Bangkok

Ver uma moto andando com 3 ou 4 pessoas é coisa normal, assim como pessoas carregando dezenas de coisas em uma scooter também não nos impressionava mais e virou algo bem comum. Não existe uma lei que proíba de carregar coisas na sua moto, mas as coisas funcionam e pelo menos nunca vimos nenhum acidente acontecer.

O uso de capacete ou cinto de segurança é meio que opcional no país e andar na contra mão ou ultrapassar enquanto outro carro vem na sua direção também é normal. As pessoas usam muito o acostamento para fazer essas loucuras. 

Em um primeiro momento achávamos coisa de louco, mas hoje em dia se tornou normal. Ninguém se xinga e ninguém buzina, porque tudo é levado na maior tranquilidade. É claro que existem leis, mas a polícia não parecia se preocupar muito com as pessoas locais, porém haviam blitz para pegar os gringos “fora da lei”.

9 – Você vai morar na Tailândia e conviver com os insetos

Não importa onde você esteja, vai ter muito mosquito e moscas para todo lado, afinal estamos falando de um país tropical. É só você começar a comer ou cozinhar que elas surgem do nada para incomodar. 

Baratas enormes aparecem em sua casa com frequência e o que era algo que incomodava a gente, passou a ser algo normal com o tempo. Não importa quão limpa é sua casa ou o hotel que você está, se tem comida exposta, tem baratas.

Lagartixas serão suas companheiras e você vai ter que viver com o barulho que elas fazem tentando se comunicar. Insetos mais exóticos frequentemente aparecem pela casa como besouros, vespas e algumas aranhas bem grandes, principalmente se você morar na Tailândia em meio a natureza.

10 – Que muitas descargas dos banheiros vão ser a balde

Pelos menos na metade dos lugares mais afastados que passamos pelo país, as descargas eram na base no balde. Nos 2 bangalôs que moramos por causa do trabalho voluntário, também eram e até alguns banhos tiveram que ser na base do balde, pois eram em regiões mais humildes.

Seguro Viagem para Ásia

Não esqueça de um item mais que essencial, o seguro viagem para Tailândia, pois é algo indispensável para uma viagem pelo sudeste asiático. Ainda mais quando falamos em viver num país com calor forte e comidas exóticas onde tudo pode acontecer.

Portanto, estar protegido com um seguro significa viajar em paz e sem preocupações. E se você ainda não sabe qual seguro contratar de acordo com seu destino, veja nosso artigo aqui no blog com todas as dicas e detalhes.

Clique abaixo e faça uma cotação com a Seguros Promo, conheça os preços e as melhores seguradoras do país.

FAZER COTAÇÃO

Guia de Viagem da Tailândia

Guia-da-Tailandia
Guia da Tailândia

Você já conhece o nosso Guia da Tailândia? É um livro em formato ebook (PDF) com 194 páginas que conta tudo sobre a Tailândia, país em que moramos. Foram 2 anos de trabalho para juntar todas as informações possíveis para que você planeje sua viagem do início ao fim.

Com este guia você poderá descobrir lugares fantásticos em toda a Tailândia. Além disso, te damos de presente diversos roteiros prontos pelas cidades e ilhas mais turísticas, bem como roteiros inéditos por cidades fora da rota.

BAIXAR AGORA

Passeios na Tailândia

Com todas as informações sobre como é morar na Tailândia e conhece mais uma das nossas histórias de viagens, que tal se programar para viajar no país?! Para te ajudar com os passeios e diversão, deixamos abaixo dicas de passeios em todo o país.

Leia também

Inscreva-se
Notifique-me
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

15 Comentários
Mais novos
Mais velhos Mais votados
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Lucas Sant'Anna
Lucas Sant'Anna
3 meses atrás

Olá! Muito obrigado por compartilharem tantas informações úteis. Venho pensando em ir pra Tailândia pra treinar e lutar Muay thai e adorei conhecer a experiência de vocês. Fiquei com uma dúvida só, posso trabalhar com o workaway mesmo com o visto de turista?

Andressa Silva
Admin
3 meses atrás
Responder para  Lucas Sant'Anna

Olá Lucas, obrigada você por acessar nosso blog! Pode fazer trabalho voluntário sim.. nós fizemos diversos trabalhos pelo workaway no tempo que ficamos por lá. Aproveito para te apresentar nosso guia do país que é super completo e vai te ajudar a entender melhor como tudo funciona e como são as cidades, regiões e olhas do país. Veja aqui >> https://www.viajeleve.net/guia-da-tailandia-e-book-com-tudo-sobre-o-pais/
Abraços e boa sorte!

Renan Nino
Renan Nino
4 meses atrás

Bom dia! Achei fantásticos as dicas postadas, estou pretendendo morar na Tailândia, Brasil está difícil, pretendo vender minha casa, para comprar um imóvel ou alugar, é muito caro? Pretendo montar alguma coisa tbm, poderia ajudar?

Andressa Silva
Admin
4 meses atrás
Responder para  Renan Nino

Oi Renan, obrigada!! O aluguel vai variar conforme as cidades e tipos de casa e apartamento. Quanto mais longe do centro e regiões turísticas, mais barato será. Nós alugamos um apartamento semi mobiliado em Bangkok por 9 mil baht (com contrato) e tinha academia, piscina, portaria, garagem, etc. Também alugamos bangalô simples em Koh Phangan, por exemplo por 10 mil e outro por 5 mil.. Você pode dar uma olhada no Airbnb para ter uma noção e entrar, mas com certeza será mais caro do que lá. Abraços e boa sorte!!

Loren
Loren
6 anos atrás

Adorei seu texto… dicas super úteis, vou agora no final de novembro.2016. Preocupada com as aranhas #borala

Jeanne
Jeanne
6 anos atrás

Opa, Flávio! Faço isso sim, com prazer. Mas veja eu já não gosto de ficar arrastando mochila e visitando o máximo de lugares no mínimo de tempo, então: sobraram 13 dias, ouvi dizer que Phuket tá muito explorada, então cortei. O que é melhor Krabi – Phi phi (8 dias) e depois Ilhas do golfo ou vice versa?
Abraço

diogo
diogo
6 anos atrás

perai só um minuto, vc disse aranhas? >:( kkkkk cara a quanto tempo vc ta ai e quantas aranhas vc viu? kkkkk só pra eu ter uma noção kkk

Jeanne
Jeanne
6 anos atrás

Olá Flávio, vou à Tailândia em abril 2017, já defini 6 dias em Bankok (de 03 a 09) e 6 em Chiang Mai( de 09 a 15) depois disso gostaria de sugestões ( além de Krabi e Phi phi, já guardei 4 dias pra cada, mas não reservei). Volto dia 29. Um abraço grande!

Janine
Janine
6 anos atrás

Ótimas dicas… Obrigada! Bom saber sobre o papel higiênico e guardanapo. Vou levar meu rolo na mochila em minha viagem à Tailândia!

Fernanda
Fernanda
6 anos atrás

Tambem troquei o Tesco pelo 7eleven Flávio, estou a um pouco mais de dois meses aqui, sentindo falta de um bom feijao e de uma pint de Bulmers 🙂 Adorei o texto, boa sorte na tua trip!

Nós utilizamos Cookies para melhorar sua navegação pelo blog. Ok, tudo bem O que é Cookie?

15
0
Vamos conversar? Deixe seu comentário!x